Nos EUA, Meta (ex-Facebook) pagou por campanha para difamar TikTok

Meta pagou consultoria para emplacar notícias negativas relacionadas ao TikTok.

O Washington Post descobriu que a Meta, que antes se chamava Facebook, pagou uma consultoria republicana para orquestrar uma campanha difamatória contra o TikTok nos Estados Unidos.

COMO É QUE É? O jornal revisou e-mails trocados por funcionários da consultoria, a Targeted Victory, uma das mais poderosas e que tem o partido Republicano como um dos seus principais clientes.

Nas mensagens, funcionários bolavam abordagens para pintar o TikTok como uma ameaça às crianças norte-americanas e à sociedade e, ao mesmo tempo, insuflar um suposto risco do fato de ser um aplicativo de origem chinesa.

A ESTRATÉGIA. Entre as investidas da Targeted Victory, uma muito recorrente era “vender” pautas a jornais locais de supostas tendências (trends) perigosas que teriam nascido no TikTok, como uma que estimulava crianças a darem um tapa em professores e outra relacionada a atos de vandalismo em escolas.

Essas duas tendências não existiam no TikTok e as primeiras referências a elas apareceram no Facebook, segundo o Post.

AINDA TEM MAIS. Artigos e colunas de opinião inflamatórias e cartas ao editor, todas contrárias ao TikTok e com foco em distritos eleitorais chaves, também estavam no cardápio da consultoria.

Em nenhum caso havia menção ao investimento feito pela Meta ou à empresa em si.

“Seria um sonho emplacar notícias com manchetes do tipo ‘Das dancinhas ao perigo: Como o TikTok se transformou na rede social mais danosa para crianças’”, escreveu um funcionário.

O QUE DIZEM AS EMPRESAS.

  • Um porta-voz da Meta não só confirmou, como defendeu a campanha: “Acreditamos que todas as plataformas, incluindo o TikTok, devem encarar um nível de escrutínio consistente com seu sucesso crescente.”
  • Já o do TikTok expressou surpresa ao jornal norte-americano: “[Estamos] profundamente preocupados com as notícias de supostas ‘trends’ que não foram encontradas na plataforma.”

Via Washington Post (em inglês).

Leia a cobertura do Núcleo sobre Meta e TikTok.

Meta - Núcleo Jornalismo
Com reportagens, análise de dados e desenvolvimento de tecnologia, o Núcleo é iniciativa que explora como as redes sociais impactam a vida das pessoas.
TikTok - Núcleo Jornalismo
Com reportagens, análise de dados e desenvolvimento de tecnologia, o Núcleo é iniciativa que explora como as redes sociais impactam a vida das pessoas.


Faça parte da conversa

Reações de apoiadores
carregando reações...

Apoie o Núcleo para publicar seu comentário, reagir à matéria e participar da conversa. Caso já seja apoiador ou apoiadora, faça login abaixo sem senha, usando apenas seu email.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca