Mesmo suspenso, canal de Bolsonaro no YouTube pode revelar vídeos que estavam privados

Conta do presidente segue suspensa até a próxima segunda-feira, mas ele pode mudar a privacidade de vídeos já carregados

O YouTube realmente suspendeu o canal do presidente Jair Bolsonaro, mas a punição não impede que a conta mude a privacidade de vídeos que já tinham sido 'carregados' na conta, fazendo com que novos vídeos apareçam no feed do canal, esclareceu a assessoria do YouTube ao Núcleo nesta terça-feira.


Com isso, vídeos que estavam não-listados podem aparecer como públicos. Houve alguma confusão depois que um vídeo sobre obras no Ceará apareceu na conta do presidente como tendo sido publicado na manhã desta terça-feira.

A suspensão do canal ocorre em função do primeiro strike ou aviso recebido pelo canal do presidente Bolsonaro. A punição impede a conta, durante uma semana, de enviar novos vídeos, histórias ou fazer transmissões ao vivo, entre outras ações do canal.

No fim de julho, a conta já havia recebido um alerta, a primeira das notificações, por um vídeo contendo desinformação ligado à COVID-19. Na ocasião, o vídeo foi tirado do ar e a conta foi notificada.

Texto Laís Martins
Edição Alexandre Orrico

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca