Jack Dorsey deixa o Twitter

Jack também deixará o conselho administrativo. Diz estar colocando “a empresa à frente do próprio ego”.

Jack Dorsey não é mais CEO do Twitter. Em seu lugar entra Parag Agrawal, até então CTO na empresa, onde está há uma década. Ele foi escolhido por unanimidade pelo conselho administrativo e já iniciou a semana no novo cargo. Jack também anunciou seu afastamento do conselho, mas ficará por ali até maio de 2022, quando vence seu mandato.

No e-mail de despedida, publicado por Jack em seu perfil no Twitter, o co-fundador e agora ex-CEO da rede social afirmou que a decisão partiu dele e que seu afastamento é importante para “dar o espaço que ele [Parag] precisa para liderar”. Parag, a quem Jack rasgou elogios, também tuitou sua resposta ao e-mail de Jack.

A carta trouxe indiretas a fundadores que não largam o osso mesmo quando a fase é extremamente ruim — o mais famoso desses, hoje, é Mark Zuckerberg, que mantém o controle absoluto da empresa que co-fundou, o Facebook, agora chamado Meta.

Segundo as agências Reuters e Bloomberg, a pressão para a saída de Dorsey vinha desde o ano passado, depois que o grupo investidor Elliott Management comprou 4% no Twitter e, com isso, ganhou poder na hora de indicar membros para o conselho da rede social.

“Acredito que é imprescindível que uma empresa se sustente sozinha, livre da influência ou direção do seu fundador”, escreveu Jack. Em outra parte, quando reafirma o seu amor pelo Twitter, onde estava há 16 anos, ele disse que “não há muitos fundadores que colocam suas empresas à frente do próprio ego”. Ai.

Via @jack/Twitter (em inglês), @paraga/Twitter (em inglês), Twitter (em inglês).


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca