Elon Musk sugere que mais de 90% dos usuários diários do Twitter podem ser inautênticos

A novela continua. Embora Musk queira comprar o Twitter, ele repetidamente critica a rede social durante o processo de aquisição

Em uma mais uma leva de críticas à companhia que ele mesmo quer adquitir por US$44 bilhões, o bilionário Elon Musk sugeriu em um tuíte – sem fornecer evidências – que mais de 90% dos usuários diários ativos da rede social podem ser inautênticos (ou seja, bots, fakes e contas de spam).

Ele também pesou a mão contra o algoritmo de recomendação do Twitter, dizendo que o recurso "manipula" as pessoas sem elas perceberem.

O QUE FOI DESSA VEZ? Respondendo a dois usuários que sugeriram uma alta porcentagem de usuários inautênticos na rede, Musk disse que "há alguma chance de que possam ser mais de 90% dos usuários diários ativos".

Para ele, "é muito estranho que os tweets mais populares de todos os tempos foram curtidos por ~2% dos usuários diários ativos".

Ele não forneceu evidências para apoiar sua afirmação, mas como ele mesmo está tentando comprar a empresa, seu comentário é digno de nota.

Na sexta-feira ele disse que o processo de compra estava paralisado, enquanto esperava por provas de que menos de 5% das contas do Twitter eram inautênticas. Musk tem constantemente defendido que seja feita uma autenticação de todos os usuários "reais" do Twitter.

Musk “suspende” compra do Twitter para verificar robôs
Bilionário quer mais detalhes sobre uso de robôs na rede e diz que ainda está comprometido com aquisição

ALGORITMO. Tuitando para seus mais de 90 milhões de seguidores, o empresário publicou na noite de sábado (14.mai) para recomendar o uso do feed cronológico da rede, alegando que "vocês estão sendo manipulados pelo algoritmo de maneiras que não percebem".

E DEPOIS? 8 horas depois parece ter se dado conta de que está atacando a própria empresa que quer comprar, ele tuitou novamente para tentar remediar a situação, dizendo: "não estou sugerindo maldade no algoritmo, mas sim que ele está tentando advinhar o que você quer ler e, ao fazer isso, inadvertidamente manipula/amplifica seus pontos de vista sem você perceber que isso acontece".

O ex-CEO e um dos fundadores do Twitter Jack Drosey, que tem respondido muitos dos tuítes de Musk sobre a rede social, disse que o algoritmo "foi desenhado simplesmente para economizar tempo quando você fica longe do aplicativo por um tempo".


Faça parte da conversa

Reações de apoiadores
carregando reações...

Apoie o Núcleo para publicar seu comentário, reagir à matéria e participar da conversa. Caso já seja apoiador ou apoiadora, faça login abaixo sem senha, usando apenas seu email.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca