Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

Vídeos e comentários no TikTok que glorificam o ataque a uma escola em Belgrado, capital da Sérvia, por um adolescente de 14 anos estão gerando revolta na Europa.

O QUE HOUVE. Um dos vídeos, com mais de 620 mil visualizações e 90 mil curtidas, mostra o suposto autor do massacre, cuja identidade foi protegida pelas autoridades devido à sua idade.

Outro vídeo postado por uma conta de culto aos ataques em escolas teve 1,3 milhão de visualizações. A publicação mostra uma lista de nomes que o jovem pretendia executar no dia do ataque, segundo autoridades sérvias. Em seguida, o vídeo mostra as frases "missão: matá-los" e "missão concluída!".

A denúncia foi feita pela GlobalVoices. O Núcleo encontrou vídeos semelhantes ao buscar informações sobre o ataque de 5.maio.2023.

NÃO PODE. As diretrizes de comunidade do TikTok não permitem “conteúdo que seja excessivamente macabro, explícito, sádico ou horrendo, ou que promova, normalize ou exalte a violência ou o sofrimento extremo em nossa plataforma”.

Culto a assassinos e massacres escolares corre solto no TikTok
Vídeos que enaltecem atiradores e supremacistas brancos chegam a ter milhões de visualizações. Plataforma diz ter regras contra violência, mas algoritmo passou até a recomendar a busca por vídeos de massacres em escolas

Via Global Voices (em inglês)

Texto Sofia Schurig
Edição Sérgio Spagnuolo



TikTok
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.