Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

O YouTube disse que não vai mais derrubar conteúdos que alegarem fraude na eleição presidencial de 2020 nos EUA, revertendo sua política de integridade eleitoral.

MOTIVO. A empresa informou ao site Axios que a manutenção da atual política – estabelecida em 2020 após a certificação dos resultados eleitorais em vários estados norte-americanos – pode "suprimir discurso político sem significativamente reduzir o risco de violência".

A empresa disse ter deliberado "cuidadosamente" sobre o assunto e que em breve terá mais detalhes sobre o que fazer nas próximas eleições para presidente nos EUA, em 2024.

Outras políticas do YouTube contra desinformação não foram alteradas, segundo o Axios.

Via Axios (em inglês)

YouTube
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.