Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

A Meta abriu acesso à sua biblioteca de conteúdos do Facebook e Instagram exclusivamente para pesquisadores universitários ou ligados a ONGs. Dados de postagens brasileiras estão entre as informações disponíveis.

O que foi liberado? Segundo a Meta, uma interface gráfica e uma API já disponibilizam "quase em tempo real" dados como os de reações, compartilhamentos, comentários ou contagem de visualizações de publicações.

  • Para o Facebook, estão disponíveis dados sobre grupos, eventos e páginas públicas, e suas postagens.
  • Já no Instagram, é possível acessar informações e postagens de contas empresariais e de criadores.

Como acessar? O acesso à biblioteca deve ser solicitado por meio de um formulário do Consórcio Interuniversitário de Pesquisa Política e Social (ICPSR) da Universidade de Michigan, parceiro da Meta no projeto.

  • Para acessar o produto, o pesquisador deve estar afiliado a uma instituição acadêmica ou a alguma ONG com fins científicos ou de interesse público.
  • O ambiente para acesso e análise dos conteúdos será o Social Media Archive (Somar), desenvolvido pela ICPSR. O objetivo é garantir o "compartilhamento seguro" de dados de pesquisa.

Via Meta

MetaFacebookInstagram
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.