Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

A  Bloomberg divulgou nesta quinta-feira (30.mar) um artigo científico sobre o desenvolvimento da sua própria inteligência artificial generativa, o BloombergGPT, treinado nos dados de texto da empresa, especializada em informações financeiras e notícias.

QUAL É O OBJETIVO? Melhorar as tarefas já existentes de processamento de linguagem natural em finanças, como análise de sentimento, classificação de notícias e resposta a perguntas.

É BOM? Segundo a empresa, o BloombergGPT supera os modelos abertos atuais especializados em tarefas financeiras "por grandes margens". Ele tem 50 bilhões de parâmetros (variáveis em sistemas de inteligência artificial cujos valores são ajustados durante o treinamento, para determinar como os dados de entrada são transformados na saída desejada).

QUER SABER MAIS? Leia mais sobre o desenvolvimento no paper (em inglês).

Via Aran Komatsuzaki, no Twitter, e Bloomberg (em inglês)

Inteligência Artifical
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.