A eleição acabou, mas as piadas de quinta série ainda não

Depois de Lady Gaga e do falso general Benjamin Arrola, opositores de Bolsonaro continuam tentando sacanear apoiadores do presidente com personagens inventados, como Seuku Myama

Receba de graça a newsletter Garimpo


Durante as eleições de 2022, alguns bolsonaristas caíram em notícias falsas protagonizadas por juízas de mentirinha, como as cantoras Agnetha Fältskog, do Abba, e Lady Gaga.

É difícil descobrir a origem de cada uma dessas fake news, mas é bastante provável que elas tenham sido criadas por fãs de música pop para sacanear os apoiadores do atual presidente.

Também houve casos de fake news envolvendo supostos militares com nomes à la quinta série. O caso mais notável até agora foi o do lutador Vitor Belfort, que caiu numa notícia de mentira protagonizada pelo general Benjamin Arrola.

Depois ele gravou um vídeo pra tentar mostrar que entrou na brincadeira.

Mas os patriotas ainda correm riscos. Com a nota do Ministério da Defesa divulgada nesta quinta-feira (10.nov) dizendo que o relatório das Forças Armadas não exclui "a possibilidade de fraude ou inconsistência nas urnas eletrônicas", apoiadores de Bolsonaro seguem em polvorosa na frente dos quartéis e podem ser alvos de novas fake news com militares e especialistas de nomes estranhos.

É o caso do programador russo Vadal Kuzin.

E do especialista em segurança cibernética japonês Seuku Myama.

Se você, apoiador da intervenção militar, não quiser cair mais em fake news, tente ler os nomes bombásticos em voz alta e confira as listas abaixo:

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca