Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

Vamos direto ao ponto:

  1. Sim, Michelle Bolsonaro compartilhou, no Instagram, um vídeo que associa religiões de matriz africana a "trevas".
  2. Não, ela não foi banida do Twitter por causa disso. A conta que saiu do ar, @MiBolsonaro, era um perfil não oficial. A primeira-dama não está no site. Já a conta oficial dela no Instagram não sofreu nenhuma punição.
Não é verdade.

"Não lutamos contra a carne nem o sangue, mas contra os principados e potestades das trevas", diz a legenda do vídeo, publicado por Sonaira Fernandes, vereadora da cidade de São Paulo pelo Republicanos, e compartilhado por Michelle no Instagram.

Ao postar o conteúdo em suas stories, Michelle escreveu: "Isso pode, né! Eu falar de Deus, não!"

O deputado federal Marco Feliciano (PL-SP) postou o mesmo vídeo no Twitter, dizendo que votar em Lula é "fazer pacto com o maligno". O conteúdo segue no ar.

A Frente Inter-religiosa Dom Paulo Evaristo Arns por Justiça e Paz pediu que a primeira-dama se retrate pelo episódio.

InstagramTwitter/X
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.