Pastor André Valadão inova com falsa retratação ao TSE

Em vídeo dúbio e melodramático, religioso diz que Lula não é a favor de aborto, drogas, furtos e censura. Mas a Justiça Eleitoral ainda não havia decidido sobre o caso #NúcleoNasEleições

Receba de graça a newsletter Garimpo


Na noite desta quarta-feira (19.out), o pastor evangélico André Valadão, apoiador do presidente Jair Bolsonaro, publicou no Twitter uma retratação que, segundo ele, havia sido imposta pelo TSE.

Diante de um fundo escuro e sob uma música melodramática, o religioso afirma no vídeo que Lula não é favor do aborto, da descriminalização das drogas, da liberação de pequenos furtos e da censura.

As primeiras reações foram variadas. Muitas pessoas tiraram sarro do pastor.

Mas houve desde o início quem apontasse algumas coisas estranhas.

Então o jornalista Renato Souza, do R7, apurou com o TSE que ainda não houve decisão sobre o caso, e que Valadão decidiu publicar o vídeo por conta própria.

A informação foi confirmada por outro jornalista: Chico Alves, do UOL. "Muitos avaliam que o vídeo teve o objetivo de atrair audiência para a mensagem dúbia e para o próprio pastor", escreveu Alves.

Ainda segundo Renato Souza, o papel que aparece no vídeo é a petição da campanha de Lula, e não a suposta decisão do ministro Alexandre Moraes mencionada pelo pastor.

Até a publicação deste post, André Valadão não havia se manifestado depois do falso vídeo de retratação. Ficaremos de olho nos próximos desdobramentos.

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca