Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

O currículo da Rachel Sheherazade já era fascinante:

  • Ela ficou famosa por causa de um vídeo criticando o carnaval, quando apresentava um telejornal da emissora afiliada do SBT na Paraíba.
  • Foi contratada pelo Silvio Santos para ser a estrela nacional do jornalismo do canal.
  • Viralizou de novo com um vídeo em que relativizava a tortura e sugeria ironicamente adotar um bandido.
  • Ouviu do mesmo Silvio Santos, ao vivo, que havia sido contratada por causa de sua beleza e para ler notícias no teleprompter, e não para opinar.
  • Começou a se aproximar do pensamento progressista e até fez o "L".
  • Entrou em "A Fazenda" e se tornou uma das favoritas do público por, entre outros motivos, ter algum domínio da língua portuguesa.

Nesta quinta-feira (19.out), a jornalista incluiu mais um item pitoresco nessa trajetória: foi expulsa do reality show da Record.

Por ter enfiado a mão na cara da participante Jenny Miranda.

O gesto não chegou a ser tão agressivo, mas viola as regras do programa.

Fãs da jornalista, apelidados de sheratobers, ficaram revoltados nas redes.

E espalharam a frase "DEFESA NÃO É AGRESSÃO", assim, em caps lock.

Rolou até uma teoria de que a expulsão teria a ver com as críticas dela ao Bolsonaro, mas, olha, sinceramente...

Agora querem que ela entre no "BBB".

A Rachel postou um vídeo agradecendo pelo apoio e prometendo comentar o assunto quando resolver "questões contratuais".

Twitter/XInstagram
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.