Usuários relatam que algoritmo do TikTok pode tirar jovens LGBTQIA+ do armário

A causa é o sistema de recomendação de contatos em comum. Tiktokers relatam que suas contas continuaram sendo expostas mesmo depois de ajustar as configurações de privacidade

Receba de graça a newsletter Garimpo


Nesta terça-feira (17.jan), o Beto Carvalho viralizou no Twitter com um post que inclui dois prints. O primeiro, com um comentário que seu sobrinho, uma criança, deixou em um TikTok seu. Já o segundo mostra um quadro desse vídeo, em que o Beto está maquiado, com unhas compridas e de saia.

Reprodução
Reprodução

Apesar do ar descontraído tanto do tweet quando de muitas das respostas a ele, outra usuária, a Maxine, aproveitou a oportunidade para falar sobre casos em que o sistema de recomendação de contatos em comum no TikTok acabou tirando do armário involuntariamente pessoas LGBTQIA+.

Aconteceu, por exemplo, com a @ji_apark.

Em algumas respostas ao tweet da Maxine, pessoas disseram ter tornado suas contas privadas no TikTok para evitar que isso acontecesse.

Mas, de acordo com outros relatos, o TikTok segue recomendando sua conta para outros usuários mesmo depois de você ajustar as configurações de privacidade para que isso não aconteça.

O Núcleo entrou em contato com o TikTok questionando-o sobre o assunto. Perguntamos se a empresa reconhece o problema, se tem alguma recomendação de segurança para evitá-lo e se está desenvolvendo algum tipo de solução para impedir que isso aconteça. Este post será atualizado se houver uma resposta.

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca