Calma, gente: o Twitter AINDA não cancelou a cadeia alimentar

As onças continuam autorizadas a predar capivaras.

Receba de graça a newsletter Garimpo


Tudou começou quando o fotógrafo e estudante de biologia João Pedro Salgado postou uma sequência de fotos de uma onça-pintada predando uma capivara no Pantanal.

As imagens podem ser ligeiramente chocantes pra quem, como eu, está acostumado a ver, no máximo, uma pomba atropelada. Até aí, tudo bem.™ Só que o tweet bombou, e o próprio João reapareceu dizendo que estavam cancelando a onça.

De fato, uma ou outra pessoa parecia estar sinceramente incomodada com a publicação.

Mas, se você olhar as respostas ao tweet original, vai ver que a maioria imensa das pessoas "cancelando" a onça estava de brincadeira, satirizando justamente as polêmicas malucas do Twitter nas últimas semanas.

O Twitter virou uma rede de microprofecias autorrealizáveis. Neste caso, as pessoas viram o tweet do João e disseram: "Quer ver que vai aparecer gente cancelando a onça?" E essas pessoas realmente apareceram. Mas eram quase todas GALHOFEIRAS. PÂNDEGAS. FARRISTAS. GAIATAS.

Sério, gente, não é pra levar tão a sério o que o glorioso fã-clube do Faustão conhecido como FAUSTANETES fala na internet.

Não, o Twitter AINDA não cancelou a cadeia alimentar. Mas aí o estrago já estava feito. Teve meme a rodo.

E o João pediu desculpas à comunidade capivárica.

Mais um dia normal no Twitter.

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca