Ex-funcionária do Facebook sinaliza que há mais polêmicas pela frente

Haugen diz que está em conversas com outro comitê parlamentar sobre uso de FB para espionagem e desinformação

Depois de um mês infeliz para o Facebook, a plataforma ficou mais uma vez sob escrutínio público nesta terça-feira com o depoimento da ex-funcionária Frances Haugen ao Comitê de Proteção do Consumidor, Segurança de Produto e Segurança de Dados do Senado dos Estados Unidos.

Em resposta a questionamentos de parlamentares, Haugen, que tornou sua identidade pública no domingo ao conceder entrevista ao programa 60 Minutes, sinalizou que do repositório de pesquisas de onde saíram os documentos que ela cedeu ao Wall Street Journal (e que deram origem à série de reportagens Facebook Files) há muito mais por vir.

Segundo o New York Times, os documentos dados por ela ao WSJ podem ser apenas a ponta do iceberg.

Segundo o NYT, Haugen mencionou durante seu depoimento que ela está em conversas com outro comitê do Congresso sobre como o “Facebook não mantinha funcionários suficientes em times críticos de segurança que monitoram se países estão usando a plataforma para espionagem e para operar campanhas de desinformação”.

Ela disse que a empresa estava “falhando em adequadamente proteger contra ameaças vindas da China, Irã, Rússia e outros países”.

Texto Laís Martins
Edição Sérgio Spagnuolo


Faça parte da conversa

Reações de apoiadores
carregando reações...

Apoie o Núcleo para publicar seu comentário, reagir à matéria e participar da conversa. Caso já seja apoiador ou apoiadora, faça login abaixo sem senha, usando apenas seu email.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.