Há algo de muito estranho nos vídeos mais populares do Facebook Gaming

Perfis obscuros, com vídeos sem narração e conteúdo pirata, acumulam dezenas de milhões de visualizações.

Em 2021, o Facebook Gaming ultrapassou o YouTube Gaming como segunda maior plataforma de streaming de jogos do mundo. (A Twitch, da Amazon, lidera.)

O crescimento, porém, pode estar sendo impulsionado por streamers misteriosos que reutilizam vídeos de outras fontes, veiculam filmes obscuros piratas e não falam nada por horas.

Uma investigação do site Engadget, com base na ferramenta Crowdtangle, da própria Meta, descobriu que, entre 16 de janeiro e 15 de fevereiro, os maiores streamers do Facebook Gaming tinham vídeos esquisitíssimos acumulando dezenas de milhões de visualizações e habilitados para usar as ferramentas de geração de receita da plataforma.

O mais visto no período, por exemplo, foi publicado em 2 de fevereiro, pelo perfil “AU”, com o título “Cars vs Giant Crater - Giant Pit”.

Os 11 primeiros minutos do vídeo, que já foi removido, eram ocupados por um filme honconguês, seguido de mais 11 minutos de streaming do jogo BeamNG.drive. Este vídeo acumulou 112 milhões de visualizações.

Os streamers conhecidos mais populares do Facebook Gaming, como StoneMountain64 e Neymar Jr., dificilmente passam de 1 milhão de visualizações por vídeo.

A reportagem nem o Facebook conseguem dizer quem são essas pessoas e como elas conseguem viralizar tanto no Facebook Gaming.

Em nota ao Engadget, a Meta informou estar “trabalhando para melhorar nossas ferramentas de identificação de conteúdo fora das regras”.

Via Engadget (em inglês).


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca