Nova plataforma monitora bloqueios de apps no Brasil

Site bloqueios.info traz informações envolvendo casos com Telegram, WhatsApp e YouTube

O centro de pesquisas InternetLab e o Instituto de Referência em Internet e Sociedade (IRIS) lançaram uma plataforma para monitorar e analisar o bloqueio de aplicativos no Brasil.

A plataforma é lançada num contexto de incertezas jurídica para plataformas, como no caso do Telegram em mar.2022, quando o ministro do STF Alexandre de Moraes ordenou o bloqueio do app de mensagens caso não cumprisse certas determinações judiciais. Após contato com a plataforma, compromissos foram firmados e a decisão foi revertida.

O site bloqueios.info traz informações, linha do tempo e análise sobre casos envolvendo, além do Telegram, também WhatsApp, Facebook, Uber e YouTube, entre outros.

Veja todos os casos aqui.

"O objetivo conjunto é o de tornar mais acessíveis e reunir sistematicamente tentativas ou bloqueios concretizados para oferecer um panorama do debate no país sobre essa medida", diz o site da nova plataforma.

O bloqueios.info levanta debates sobre diversas questões de jurisdição nacional, liberdade de expressão, proteção da inovação e da iniciativa privada e relação entre direitos humanos e o livre fluxo de informações, segundo post do InternetLab nas redes sociais.

Bloqueios.info
Plataforma de monitoramento de casos que levaram, puderam levar ou podem levar a bloqueios de aplicações de Internet no Brasil.

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca