Twitter paga US$ 150 milhões por uso indevido de telefone e e-mail dos usuários

Entre 2013 e 2019, dados dos usuários cedidos para aumentar a segurança das suas contas foram usados para fins publicitários.

O Twitter concordou em pagar, nos Estados Unidos, US$ 150 milhões para resolver uma disputa junto à Federal Trade Commission (FTC) a respeito do mau uso de dados dos usuários para fins publicitários.

O QUE HOUVE? Entre maio de 2013 e setembro de 2019, o Twitter usou o número de telefone e o endereço de e-mail dos usuários, cedidos para fins de segurança, para segmentar publicidade.

O telefone e o e-mail coletados por esse canal deveriam ser usados apenas para proteger a conta, o que não aconteceu no período mencionado. Esse lapso constituía uma infração legal e o descumprimento de um acordo firmado com a FTC em 2011.

QUEM MAIS? Os US$ 150 milhões que o Twitter concordou em pagar são parte da punição. Além disso, a empresa se comprometeu a melhorar suas práticas de compliance.

A Meta (ex-Facebook) também cometeu o mesmo deslize por anos. Em 2019, chegou a um acordo com a FTC e pagou US$ 5 bilhões para se livrar de maiores consequências.

Via Reuters (em inglês).


Faça parte da conversa

Reações de apoiadores
carregando reações...

Apoie o Núcleo para publicar seu comentário, reagir à matéria e participar da conversa. Caso já seja apoiador ou apoiadora, faça login abaixo sem senha, usando apenas seu email.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca