CEO do Telegram quer leiloar @nomes de usuários no aplicativo

Nomes de usuários com quatro letras, como @bank e @game, seriam vendidos por leilão.

Pavel Durov, CEO do Telegram, não conseguiu lançar uma criptomoeda atrelada ao aplicativo, a TON, mas isso não significa que a TON morreu nem que Durov tenha desistido de ideias pouco ortodoxas para financiar sua empresa.

O QUE HOUVE? Em seu canal no Telegram, Durov comentou o que classificou de bem-sucedida venda de domínios na web com terminação *.ton criado pela Open Network.

Os domínios foram vendidos num sistema de leilão com a criptomoeda ton, da Open Network. Até 6 de agosto, mais de 2 mil domínios já haviam sido leiloados. Alguns, como wallet.ton e casino.ton, chegaram a cifras enormes — R$ 1,4 milhão e R$ 1,32 milhão, respectivamente.

CONTEXTO. Em maio de 2020, o Telegram perdeu uma ação na Justiça dos Estados Unidos contra a SEC que proibiu a empresa de lançar o Gram, sua criptomoeda própria, no país.

Em agosto de 2021, o Telegram passou o espólio da “gram” para a Open Network, um grupo independente que lançou a criptomoeda, agora chamada ton e negociada há mais de um ano — veja a cotação.

E O TELEGRAM? Embora não tenha mais ligação oficial com a criptomoeda, o Telegram poderia usar o exemplo dos leilões para gerar receita, segundo Durov.

Se o ton conseguiu alcançar esses resultados, imagine quão bem-sucedido o Telegram com seus 700 milhões de usuários poderia ser se reservássemos links de @ nomes de usuários, grupos e canais para leilão. Além de milhões de chamativos endereços t.me como @storm e @royal, todos os nomes de usuários de quatro letras poderiam ser disponibilizados para venda (@bank, @club, @game, @gift etc.)

Sem surpresa, Durov imagina transações envolvendo NFTs, blockchains e smart contracts. Será que cola?

Via @durov/Telegram, TON (ambos em inglês).

Post feito em parceria com o Manual do Usuário


Faça parte da conversa

Apoie o Núcleo para publicar seu comentário, reagir à matéria e participar da conversa. Caso já seja apoiador ou apoiadora, faça login abaixo sem senha, usando apenas seu email.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca