Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

O WhatsApp está se transformando em um aplicativo de e-commerce — não muito diferente do da Amazon, Mercado Livre e Magazine Luiza que você conhece. Por ora, só na Índia, mas não se assuste se em breve a novidade chegar ao Brasil.

O QUE HOUVE? A Meta anunciou nesta segunda (29.ago) a primeira loja integral dentro do WhatsApp, lançada na Índia em parceria com a JioMart.

A loja está atrelada ao número de WhatsApp da JioMart. Após enviar um “Oi”, o usuário pode navegar pelo catálogo de produtos, colocar os desejados num carrinho de compras, indicar o endereço para entrega e fazer o pagamento — tudo isso sem sair do WhatsApp.

Embora alguns desses elementos, como os pagamentos por WhatsApp e a vitrine/catálogo de produtos, já estejam disponíveis (inclusive no Brasil), a Meta diz que é a primeira vez que o WhatsApp tem uma experiência “de ponta a ponta”, ou seja, em que toda a jornada do consumidor se dá dentro do aplicativo.

O vídeo abaixo mostra toda a jornada de uma consumidora fictícia na loja da JioMart dentro do WhatsApp:

0:00
/

INSPIRAÇÃO. O lançamento da loja indiana da JioMart revela a ambição da Meta com o WhatsApp: transformá-lo numa espécie de “super app” global, à imagem do WeChat, o super app por definição da China.

REPERCUSSÃO. Em seu perfil no Facebook, Mark Zuckerberg, CEO da Meta, disse:

“Mensagens com estabelecimentos comerciais é uma área em voga e experiências baseadas em mensagens de textos como essa serão a principal maneira com que pessoas e estabelecimentos se comunicarão nos próximos anos.”

Via Meta, @zuck/Facebook (ambos em inglês)

WhatsAppManual do Usuário
Acesse o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.