Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

A Meta está tendo dificuldades em transformar o Instagram no novo TikTok. O engajamento do Reels, cópia do app chinês lançada em 2020, caiu e usuários estão reclamando de reciclagem de conteúdo, segundo documento interno obtido e analisado pelo Wall Street Journal (WSJ).

O documento “Criadores X Reels Estado da União 2022” foi distribuído internamente pela Meta em agosto de 2022. Segundo a reportagem, parte da motivação urgente da Meta em alavancar o Reels é financeira — em julho, a empresa registrou sua primeira queda em receita.

A REPORTAGEM. Segundo métricas internas da Meta, usuários do Instagram acumulam, ao todo, 17,6 milhões de horas diárias assistindo Reels. O número pode parecer alto, mas é uma fração do TikTok, que acumula 197,8 milhões de horas diárias.

Além de não atingir os números de visualizações do TikTok, o Instagram está tendo dificuldades em encontrar criadores de conteúdo específicos para a plataforma. Dos 11 milhões de criadores de conteúdo apenas nos EUA, apenas 20,7% publicam na plataforma mensalmente, conforme o WSJ.

JÁ VI ESSE REELS. Usuários também criticam a reciclagem de conteúdo. Cerca de um terço do conteúdo é criado em outras plataformas, a maioria no TikTok.

A Meta diz “rebaixar” esses vídeos no algoritmo, ou seja, mostra para menos usuários e reduzir o potencial de engajamento.

A Meta também está consciente e combatendo sua percepção negativa entre usuários.

Segundo o documento, a parcela de usuários do Instagram que pensam que a empresa “se importa” com eles caiu de quase 70% em 2019 para 20% em 2022. Já o número de usuários que considera o Instagram um produto “bom para o mundo” caiu de 60% para 45%.

Edição Sérgio Spagnuolo
Instagram
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.