Véspera do 7.set teve pico de impulsionamento de conteúdo nas redes

Nos dois dias antes da data comemorativa foram gastos mais de R$8 milhões; despesas com impulsionamento já somam mais de R$60 milhões desde início da campanha eleitoral.

Nos dois dias anteriores e na data de comemoração da Independência do Brasil (7.set.2022), candidatos nas eleições de 2022 gastaram mais de R$9 milhões em impulsionamento de conteúdo nas redes sociais – a maior parte (61%) nas empresas da Meta (Facebook e Instagram).

Desde o começo da campanha eleitoral (16.ago) até agora, já foram gastos mais de R$60 milhões em cerca de 9 mil despesas registradas.

Os dados são do TSE, compilados para análise do Observatório de Impulsionamento Eleitoral, projeto do Núcleo.

A maior parte desses investimentos foi feita por candidatos do PT, seguidos de União Brasil, PSD e do PL (partido do presidente Jair Bolsonaro).

Os maiores valores no período foram desembolsados pela campanha de Lula à Presidência e pelo candidato do partido ao governo do Ceará, Elmano de Freitas da Costa.

Por Sérgio Spagnuolo
Edição Juliana Granjeia

Faça parte da conversa

Apoie o Núcleo para publicar seu comentário, reagir à matéria e participar da conversa. Caso já seja apoiador ou apoiadora, faça login abaixo sem senha, usando apenas seu email.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca