Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

O ataque contra a jornalista Vera Magalhães pelo deputado estadual paulista Douglas Garcia (Republicanos), na noite de terça-feira (13.set.2022), levou o nome dela para os assuntos mais comentados do Twitter e entre os termos mais buscados no Google.

NOSSO ROBOZINHO. O Weber, bot do Núcleo que compartilha os tweets mais populares de políticos brasileiros, identificou os posts do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PL-SP),  do candidato à Presidência Ciro Gomes (PDT), do candidato ao governo de SP Fernando Haddad (PT) e da deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP) sobre o assunto como os mais populares.

O Weber puxa os dados do Political Pulse Brasil, nosso app de monitoramento de políticos nas redes. A metodologia do Political Pulse pode ser acessada aqui.

O QUE ACONTECEU? Vera, que é apresentadora do programa Roda Viva, da TV Cultura, e colunista do jornal O Globo e da rádio CBN - foi hostilizada e agredida verbalmente no fim do debate promovido por UOL, TV Cultura e Folha de S.Paulo com candidatos ao governo de São Paulo.

O deputado se aproximou da jornalista e afirmou que Vera era "uma vergonha para o jornalismo”, reproduzindo as palavras do presidente Jair Bolsonaro no debate entre presidenciáveis de 28.ago.2022, e questionou o contrato de trabalho da jornalista.

REPERCUSSÃO. Políticos dos mais diversos partidos, incluindo o candidato ao governo de São Paulo Tarcísio de Freitas (Republicanos), que convidou Douglas Garcia ao debate, repudiaram o ataque nas redes sociais. No Twitter, o nome da jornalista teve mais de 72 mil menções. Segundo o Google Trends, "Vera Magalhães" chegou a atingir o pico (100, em uma escala de 0 a 100) de buscas no site na tarde de hoje.

Texto Julianna Granjeia
Edição Alexandre Orrico
Twitter/XEleições 2022
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.