Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

A corrida ao governo do Ceará tem registrado alguns dos maiores gastos com impulsionamento de conteúdo eleitoral nas redes sociais dentre todas as campanhas do país.

Desde o começo oficial da campanha eleitoral até dia 29.set.2022, candidatos ao governo do estado gastaram, conjuntamente, R$5,9 milhões com impulsionamento – 97% disso por apenas duas campanhas: a de Elmano de Freitas (PT) e a de Roberto Cláudio (PDT).

Apenas como comparação, a corrida presidencial gerou despesas de R$8,2 milhões nessa rubrica, considerando 9 candidatos.

Elmano foi o candidato que mais gastou com impulsionamento em todo o Brasil: foram R$2,9 milhões, valor acima, inclusive, dos gastos de qualquer presidenciável.

Roberto Cláudio foi o terceiro que mais gastou no país: R$2,76 milhões – quase a mesma coisa que Simone Tebet (MDB), por exemplo.

Capitão Wagner (União Brasil) gastou apenas R$ 206 mil.

Os dados são do Observatório de Impulsionamento Eleitoral, uma aplicação criada pelo Núcleo.

Por Natali Carvalho
Edição Sérgio Spagnuolo
MetaFacebookInstagramGoogleEleições 2022
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.