No Ceará, candidatos a governador gastam horrores com impulsionamento

Dois pretendentes ao governo do CE possuem os maiores volumes de impulsionamento dentre todos os candidatos no país #NúcleoNasEleições

A corrida ao governo do Ceará tem registrado alguns dos maiores gastos com impulsionamento de conteúdo eleitoral nas redes sociais dentre todas as campanhas do país.

Desde o começo oficial da campanha eleitoral até dia 29.set.2022, candidatos ao governo do estado gastaram, conjuntamente, R$5,9 milhões com impulsionamento – 97% disso por apenas duas campanhas: a de Elmano de Freitas (PT) e a de Roberto Cláudio (PDT).

Apenas como comparação, a corrida presidencial gerou despesas de R$8,2 milhões nessa rubrica, considerando 9 candidatos.

Elmano foi o candidato que mais gastou com impulsionamento em todo o Brasil: foram R$2,9 milhões, valor acima, inclusive, dos gastos de qualquer presidenciável.

Roberto Cláudio foi o terceiro que mais gastou no país: R$2,76 milhões – quase a mesma coisa que Simone Tebet (MDB), por exemplo.

Capitão Wagner (União Brasil) gastou apenas R$ 206 mil.

Os dados são do Observatório de Impulsionamento Eleitoral, uma aplicação criada pelo Núcleo.

Por Natali Carvalho
Edição Sérgio Spagnuolo

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca