Resenhas de livros do Skoob são integradas à Americanas para vender mais livros
Arte: Layla Cruz

Nem a Amazon ousou ir tão longe

A Americanas S.A. integrou 2 milhões de resenhas de livros da plataforma Skoob, que adquiriu no final de 2021, às lojas Americanas, Submarino e Shoptime.

COMO ASSIM? O objetivo da Americanas é alavancar as resenhas do Skoob para aumentar as vendas de livros nas lojas do grupo.

Segundo a empresa, a expectativa é de que o movimento aumente a conversão de vendas de livros em até 40%.

O segmento de livros é visto pelo varejo online como uma porta de entrada — tem e gera mais recorrência e compras por impulso e tem um CAC (custo de aquisição do cliente) 3,6 vezes menor que a média do comércio eletrônico.

Em nota, Viviane Lordello, cofundadora do Skoob, disse que:

“Nosso objetivo é manter, no Skoob, um ponto de encontro de leitores para trocar ideias e dicas de livros, e conectar todo esse conteúdo às páginas de compra dos títulos nas plataformas online da Americanas S.A., que tem os melhores preços.”

OK, MAS… Faltou combinar com os 9 milhões de usuários do Skoob, que da noite para o dia viraram promotores de vendas ao terem suas resenhas instrumentalizadas por uma loja para fomentar a venda de livros.

Nem a Amazon ousou ir tão longe. Em 2013, a gigante norte-americana comprou o Goodreads, rede social literária similar ao Skoob, e jamais misturou as resenhas de lá com as da sua loja virtual.

Via PublishNews.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca