Fakes sobre fraude eleitoral não param de crescer no Telegram

Alcance de publicações na plataforma sobre fraude nas urnas em 2022 teve um aumento considerável em um dia #NúcleoNasEleições

O alcance de publicações que falsamente acusam fraude eleitoral em 2022 praticamente triplicou no Telegram nas últimas 24 horas, colocando mais combustível numa possível mobilização bolsonarista no 2º turno das eleições.

ALCANCE. Monitoramento do Núcleo de mais de 220 canais no Telegram identificou cerca de 8.000 mensagens (2,6x mais do que na véspera) que mencionam "fraude" no 1º turno, muitas inclusive convocando usuários para "guerra".

Essas mensagens totalizacam +665 mil visualizações mensuráveis (ou seja, que permitem a coleta dessas métricas). Leve em conta que apenas mensagens em canais (e não em grupos) do Telegram possuem dados de views e encaminhamentos – logo, esses números são bem maiores na prática.

CONTEXTO. O Telegram é uma rede geralmente mais permissiva sobre retórica anti-democrática quando comparada a redes sociais maiores, e seu mecanismo de busca interno permite encontrar facilmente grupos e canais alinhados com esse discurso.

Por esses motivos, passou a ser um ponto de encontro da direita brasileira para reclamar de "fraude" nas eleições com pouca ou nenhuma moderação.

Em março, o ministro do STF Alexandre de Moraes determinou a suspensão da plataforma em solo brasileiro por não cumprir decisões judiciais.

Reportagem Sérgio Spagnuolo
Edição Samira Menezes

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca