Como o Twitter demitiu funcionários no Brasil

Colaboradores tiveram acessos bloqueados, mas sem contato do RH. "Estamos num limbo", diz ex-funcionário

Sob a nova administração de Elon Musk, o Twitter cortou acessos de dezenas de funcionários no Brasil a computadores e sistemas, efetivamente demitindo-os. Mas a plataforma ainda não formalizou os desligamentos, o que coloca esses funcionários em um "limbo" jurídico por enquanto.

Musk, pouco tempo depois de assumir o comando do Twitter, está fazendo uma verdadeira limpa nos quadros da empresa em todo o mundo, que pode chegar à metade de sua força de trabalho.

No Brasil a dinâmica das demissões foi igual à do exterior, com a diferença que as leis trabalhistas exigem formalização de demissões – não é só anunciar que a pessoa está demitida.

COMO ACONTECEU?

Funcionários no Brasil foram informados, em inglês, na noite de quinta-feira de que seu futuro na empresa seria definido hoje (4.nov.2022), contou ao Núcleo um colaborador dispensado, contratado pela rede sob o regime CLT.

De madrugada, os funcionários demitidos tiveram seus acessos – email, softwares, sistemas e até ao laptop – revogados. Pela manhã desta sexta-feira, receberam um vago email em inglês informando-os de que seus cargos foram considerados redundantes.

A demissão, no entanto, não foi abertamente declarada, tampouco houve contato do departamento de Recursos Humanos para falar de rescisão e direitos trabalhistas.

Ainda não se sabe quantas pessoas foram afetadas.

O Núcleo entrou em contato com a coordenação de imprensa do Twitter perguntando quando as demissões seriam formalizadas e quantos funcionários foram demitidos, mas aparentemente a pessoa encarregada também foi demitida, porque o email voltou.

"Demitiram sem falar que demitiram, não teve RH, nada", disse ao Núcleo um funcionário demitido, que prefere não se identificar porque a situação não está legalmente resolvida.

"É obvio que fomos demitidos, mas não disseram isso claramente. Estamos num limbo. O RH tem que entrar em contato, estou com computador da empresa pra devolver, tem a rescisão."

"Não foi nem aquela situação típica de chegar pra trabalhar e te avisarem que você foi demitido", disse. "Me informava pela imprensa gringa, porque aqui ninguém falava nada."

Pela manhã, o Valor Econômico informou que, a princíprio, os cortes no Brasil afetam todas as áreas exceto a equipe de vendas.

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca