Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

Com lives repletas de questionamentos sobre os resultados das eleições de 2022 no Brasil derrubadas duas vezes consecutivas por plataformas como YouTube e Facebook, negacionistas eleitorais – aparentemente comandados por um apoiador argentino de Jair Bolsonaro – estão gostando da plataforma Twitch para dar continuidade à trama.

Algumas mensagens de grupos de direita no Telegram e no WhatsApp alegam que, na transmissão ao vivo realizada na segunda-feira (7.nov), a Twitch foi a única grande plataforma que não derrubou a live.

Nesta terça-feira (8.nov), a live realizada pelo grupo argentino La Derecha Diario chegou a ter mais de 43 mil espectadores no Twitch às 19h13, pouco menos do que na rede vizinha bem maior, o YouTube, que registrou cerca de 46 mil. No Facebook foram 37 mil views.

A audiência foi bem menor do que no dia 7.nov, quando passou de 250 mil espectadores, e no dia 4.nov, quando superou 400 mil usuários.

Diferentemente das outras duas lives, hoje não houve apresentação de "análise de dados" questionando os resultados, e a curta apresentação apenas trouxe críticas do argentino Fernando Cerimedo contra o que considerou "ditadura" judicial do TSE.

TwitchYouTubeTelegramWhatsApp
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.