A Meta (dona de Facebook, Instagram e WhatsApp) passará a remover conteúdo que apoie ou exalte a invasão contra a Praça dos Três Poderes, em Brasília, ocorrida no domingo (8.jan.2023), segundo nota enviada ao Núcleo nesta segunda-feira.

Os atos de domingo foram designados pela empresa como um "evento violador".

Anteriormente, o Brasil já era considerado pela empresa como um local temporário de "alto risco", o que implicava na remoção de conteúdo de incitação à ação armada ou contra prédios do governo.

A informação foi reportada inicialmente pela BBC e foi confirmada pelo Núcleo.

NOTA DA META
“Antes mesmo das eleições, designamos o Brasil como um local temporário de alto risco e passamos a remover conteúdos que incentivam as pessoas a pegar em armas ou a invadir o Congresso, o Palácio do Planalto e outros prédios públicos. No domingo, também designamos este ato como um evento violador, o que significa que removeremos conteúdos que apoiam ou exaltam essas ações. Estamos colaborando com as autoridades brasileiras e continuaremos removendo conteúdos que violam nossas políticas.”

Reportagem Sofia Schurig e Laís Martins
Edição Sérgio Spagnuolo

Texto atualizado às 15h28 de 9.jan.2022 com posicionamento atualizado da Meta.

MetaFacebookInstagramWhatsAppPolítica
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.