Meta removerá conteúdo favorável a atos golpistas em Brasília

Empresa designou atos golpistas em Brasília como "evento violador", o que implica no bloqueio de conteúdos

A Meta (dona de Facebook, Instagram e WhatsApp) passará a remover conteúdo que apoie ou exalte a invasão contra a Praça dos Três Poderes, em Brasília, ocorrida no domingo (8.jan.2023), segundo nota enviada ao Núcleo nesta segunda-feira.

Os atos de domingo foram designados pela empresa como um "evento violador".

Anteriormente, o Brasil já era considerado pela empresa como um local temporário de "alto risco", o que implicava na remoção de conteúdo de incitação à ação armada ou contra prédios do governo.

A informação foi reportada inicialmente pela BBC e foi confirmada pelo Núcleo.

NOTA DA META
“Antes mesmo das eleições, designamos o Brasil como um local temporário de alto risco e passamos a remover conteúdos que incentivam as pessoas a pegar em armas ou a invadir o Congresso, o Palácio do Planalto e outros prédios públicos. No domingo, também designamos este ato como um evento violador, o que significa que removeremos conteúdos que apoiam ou exaltam essas ações. Estamos colaborando com as autoridades brasileiras e continuaremos removendo conteúdos que violam nossas políticas.”

Reportagem Sofia Schurig e Laís Martins
Edição Sérgio Spagnuolo

Texto atualizado às 15h28 de 9.jan.2022 com posicionamento atualizado da Meta.

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca