Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

O LinkedIn está perto de adicionar novos recursos baseados em inteligência artificial a seus produtos digitais: um para sugerir resumos de currículos baseados em habilidades e experiências e outro para escrever descrições de vagas de emprego.

MAS JÁ? O novo anúncio, feito pelo chefe de produtos do LinkedIn acontece menos de 10 dias após a empresa, que pertence à Microsoft, anunciar a chegada de textos gerados por inteligência artificial, para servir como ponto de partida para pubicações de usuários.

AJUDANDO CURRÍCULOS. A plataforma informou que, a partir de conteúdo que já está em seu perfil, a ferramenta de inteligência artificial vai identificar as "habilidades e experiências mais importantes" para preencher duas seções de seu perfil na rede: Sobre e o cabeçalho.

A ferramenta está sendo testada com usuários que pagam o pacote Premium da plataforma – que no Brasil começa com salgados R$80/mês e vai até R$610/mês.

VAGAS DE TRAMPO. Outra ferramenta em testes vai ajudar empresas contratantes a escrever melhores descrições de suas vagas, a fim de facilitar o processo de seleção.

OK, MAS... Vale sempre notar que é bom um ser humano revisar todo o trabalho velho por inteligência artificial por enquanto.

Via LinkedIn (em inglês)

Inteligência ArtificalLinkedInMicrosoft
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.