Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

O Twitter obteve nesta quarta-feira, 23.mar, uma intimação judicial obrigando o GitHub a fornecer informações de identificação sobre um usuário que postou partes do código-fonte da rede social.

Na sexta-feira, 24.mar, o GitHub acatou o pedido formal e removeu o código dos seus servidores. Apesar desse mesmo pedido ter solicitado informações do usuário que publicou os trechos do código, o Github não forneceu as informações imediatamente.

IDENTIFICAÇÕES. O GitHub tem até 3.abr para fornecer todas as informações de identificação, incluindo o(s) nome(s), endereço(s), número(s) de telefone, endereço(s) de e-mail, dados do perfil de mídia social e endereço(s) IP, para o(s) usuário(s) associado(s) à conta.

O usuário que publicou o vazamento usou o pseudônimo “FreeSpeechEnthusiast” (“entusiasta da liberdade de expressão”, em tradução livre). Elon Musk, CEO da rede, se diz um “absolutista da liberdade de expressão”.

O GitHub também foi ordenado a fornecer as mesmas informações sobre quaisquer “usuários que postaram, carregaram, baixaram ou modificaram os dados” no repositório.

A empresa pode contestar a intimação, se quiser.

Via Ars Technica.

Texto Sofia Schurig
Edição Sérgio Spagnuolo
GithubTwitter/X
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.