Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

O Twitter começou a liberar nomes de usuários de contas inativas, abandonadas por seus donos há muito tempo.

COMO ASSIM? Ao menos foi o que disse o dono do Twitter, Elon Musk, na rede social:

Estamos eliminando contas inativas há muitos anos, então vocês provavelmente verão o contador de seguidores encolher.

CONFUSÃO. O período de inatividade citado por Musk, de “muitos anos”, é generoso, considerando o que diz a política de inatividade do Twitter.

A versão mais atual diz que, para uma conta ser considerada ativa, o usuário precisa logar pelo menos uma vez a cada 30 dias.

O site de tecnologia Ars Technica notou que esse prazo é novo. Até pelo menos 19 de abril, a política da rede social dizia que o prazo de inatividade era de seis meses sem logar.

Como tudo no Twitter, os critérios não são claros mesmo quando estão escritos.

Em 3.mai, Musk enviou e-mails à reportagem da NPR ameaçando destituir a publicação da sua arroba, @NPR, caso ela mantivesse o boicote à plataforma, instituído quando o bilionário rotulou-a de organização financiada pelo governo.

E AGORA? Em dezembro, o New York Times afirmou que o Twitter havia cogitado leiloar @nomes de usuários cobiçados. O plano teria sido descartado.

Não se sabe, porém, como os nomes liberados serão colocados de volta à disposição dos usuários.

Musk deverá enfrentar outros dilemas talvez não tão óbvios, mas duros, como lidar com nomes de usuários de celebridades mortas e de usuários proeminentes em longos períodos de silêncio na rede, como o do ex-presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

Via @elonmusk/Twitter, Ars Technica, NPR (todos em inglês).

Post feito em parceria com o Manual do Usuário

Twitter/XManual do Usuário
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.