Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

O deputado federal e youtuber de extrema-direita Gustavo Gayer (PL-GO) propôs uma audiência pública na Câmara dos Deputados para juntar alguns dos mais famosos comunicadores bolsonaristas do Brasil e representantes de grandes plataformas digitais.

A lista bizarra de comunicadores extremistas inclui até Allan dos Santos, foragido da Justiça brasileira, assim como os polemistas profissionais Rodrigo Constantino e Zoe Martínez – ambos demitidos da Jovem Pan após o Ministério Público Federal abrir investigação sobre a conduta da emissora.

As Big Techs convidadas foram Meta, Google e Twitter.

IMPROVÁVEL. É bem improvável que essa audiência – proposta para 11.mai.2023 e intitulada "Institucionalização da censura no Brasil" – seja realizada com todos os convidados.

Mas o fato de ter sido proposta em primeiro lugar é uma sinalização da extrema-direita em direção às Big Tech, já que ambos são contra a aprovação do PL 2630, o chamado "PL das Fake News".

ℹ️
O PL 2630/2020, cujo nome oficial é Projeto de Lei de Responsabilidade e Transparência para Plataformas Digitais, foi proposto originalmente pelo senador Alessandro Vieira (PSDB-SE). A lei visa regular o funcionamento de plataformas digitais e aplicativos de mensagem no Brasil e estabelece uma série de obrigações para as empresas provedoras.

O projeto é comumente chamado de PL das Fake News, embora algumas pessoas não gostem do termo por não mais ter combate à desinformação como ponto principal.

QUÓRUM BAIXO. Dos 13 nomes na lista, até agora os únicos confirmados são Constantino e a influenciadora de ultra-direita Bárbara Destefani, do famigerado veículo de propaganda bolsonarista Te Atualizei.

Meta e Google informaram ao Núcleo que receberam o convite, mas disseram que não irão participar.

Twitter foi contatado, mas empresa não tem respondido a solicitações da imprensa.

Texto Sérgio Spagnuolo
Edição Alexandre Orrico

selo do bedelbot

Twitter/XMetaGoogleLegislaredes
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.