A Shutterstock anunciou que comprará a Giphy, startup de Nova York especializada em GIFs animados, da Meta, pelo valor de US$53 milhões em dinheiro.

O QUE HOUVE? A Meta está vendendo a Giphy a contragosto, após a autoridade antitruste da Inglaterra obrigá-la a se desfazer da startup adquirida em 2020.

Na época, a Meta pagou US$ 400 milhões pela Giphy.

Foi a primeira vez que um órgão regulador obrigou uma empresa norte-americana a se desfazer de uma aquisição já finalizada, segundo a Reuters.

E AGORA? O CEO da Shutterstock, Paul Hennessy, disse à agência de notícias que o faturamento da Giphy neste ano será “mínimo”, mas que fará esforços para mudar esse cenário a partir de 2024.

A Giphy tem o maior repositório de GIFs animados do mundo. Sua tecnologia é usada por plataformas gigantes, como Facebook e Instagram (ambas da Meta), TikTok e Microsoft Teams.

No LinkedIn, Jarrod Yahes, CFO da Shutterstock, disse que a Giphy é usada via API por 14 mil parceiros e alcança 1,7 bilhão de usuários por dia.

Via Reuters, @jarrod-yahes-9178722/LinkedIn (ambos em inglês).

Post feito em parceria com o Manual do Usuário

MetaGiphyManual do Usuário
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.