Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

A Apple está se empenhando em desenvolver e incorporar a inteligência artificial generativa em seus produtos e serviços, buscando competir no cenário acirrado das grandes empresas de tecnologia.

A informação é da agência Bloomberg.

Em 19.mai, a Apple restringiu o uso do ChatGPT entre seus funcionários para evitar vazamentos ou qualquer utilização que possa participar do treinamento do modelo GPT. Paralelamente, a empresa disponibilizou internamente o sistema Ajax, similar ao chatbot da OpenAI.

COMO? Segundo a Bloomberg, nos últimos meses, a empresa vem trabalhando arduamente para aprimorar suas capacidades de IA e endereçar questões de privacidade relacionadas ao uso dessa tecnologia. O objetivo é integrar a IA generativa em seus produtos e serviços, permitindo a criação de imagens e vídeos a partir de estímulos de texto.

A fim de se manter competitiva, a Apple está recrutando especialistas em IA generativa, planejando incorporar a tecnologia tanto na Siri quanto em um novo serviço de “coaching” de saúde, conhecido como Quartz, que se baseia em dados de um Apple Watch e usa IA para personalizar planos para usuários.

Além disso, a empresa também estaria empenhada em desenvolver um carro elétrico com capacidades de direção autônoma, alimentadas pela inteligência artificial.

Via Bloomberg (em inglês)

Texto Sofia Schurig
Edição Sérgio Spagnuolo
AppleInteligência ArtificalChatGPTMicrosoftGoogleOpenAI
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.