Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

No dia seguinte ao investimento de US$4 bilhões na Anthropic, concorrente no campo da IA generativa, a OpenAI busca reavaliar seu valor de mercado, podendo atingir até US$90 bilhões.

Essa avaliação colocaria a OpenAI entre as startups mais valiosas do mundo, ficando atrás apenas da SpaceX de Elon Musk e da ByteDance, empresa-mãe do TikTok.

📈
SE NÃO SABIA, AGORA TÁ SABENDO
Empresas valorizam-se ao abrir capital, admitindo investidores externos e investindo o capital obtido no crescimento e expansão dos negócios.

ENTENDA. Segundo o Wall Street Journal, a empresa planeja uma oferta pública de ações, elevando sua avaliação de US$29 bilhões para entre US$80-90 bilhões.

Os funcionários poderão vender suas ações atuais, sem emissão de novas ações pela empresa.

CONTROLE. A startup, detida em 49% pela Microsoft, também informou aos investidores que planeja alcançar US$1 bilhão em receita este ano e gerar ainda mais bilhões em 2024.

No entanto, conforme apuração do jornal, a OpenAI visa manter a participação da Microsoft como minoritária, impossibilitando-a de adquirir ações em financiamentos que ultrapassem 50%, garantindo assim um controle significativo, porém menor, sobre tecnologias e pesquisa.

CURIOSIDADE. Em junho, o CEO da OpenAI, Sam Altman, afirmou que a empresa não pretende fazer uma oferta pública inicial (em inglês, IPO), o processo em que uma empresa torna suas ações disponíveis para compra pelo público pela primeira vez, através da bolsa de valores.

Via Wall Street Journal (em inglês)

Texto Sofia Schurig
Edição Alexandre Orrico

OpenAIInteligência ArtificalAnthropic
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.