Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

A pedido do exército de Israel, o Google está desativando temporariamente as condições de trânsito ao vivo na Faixa de Gaza, pelo Waze e também pelo Google Maps, segundo a Bloomberg.

POR QUE? O exército israelense está se preparando para uma potencial invasão terrestre em Gaza, e os recursos que fornecem condições de tráfego ao vivo podem ter o potencial de revelar movimentos militares.

O QUE MUDA? A empresa comunicou que os usuários continuarão a receber horários estimados de chegada com base nas condições em tempo real, embora não possam mais verificar cada trecho do trajeto.

O veículo de tecnologia israelense, GeekTime, relatou que o Maps da Apple também adotou medidas semelhantes.

Em 2022, o Google tomou medidas semelhantes na Ucrânia. Até o momento, essa funcionalidade permanece disponível em países vizinhos, como Egito e Líbano, que também enfrentaram bombardeios em suas fronteiras.

Via Bloomberg (em inglês)

Google
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.