Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

Luciano Huck, apresentador de programas de auditório e ex-futuro-candidato à presidência, está revoltado com o X (ex-Twitter).

O QUE HOUVE? O que tem tirado o sono de Huck é um anúncio disfarçado de manchete que mostra ele com uma roupa de presidiário, escoltado por dois policiais.

Luciano Huck com roupa de presidiário, entre dois policiais. Na mensagem, “O que lhe aconteceu realmente depois de as câmaras se desligarem”.
Imagem: X/Reprodução.

“Perdeu o controle da sua própria plataforma”, disse Huck com alguns anos de atraso.

Os links associados ao anúncio, segundo o Notícias da TV, são rotativos, mas sempre levam o leitor incauto a destinos suspeitos, com toda a pinta de sites feitos para capturar dados e/ou aplicar golpes.

Aparentemente, o uniforme de presidiário que Huck veste na peça é uma fantasia de Halloween.

Ele suspeita que a imagem tenha sido “gerada por inteligência artificial”, que para uma galera é sinônimo de Photoshop.

AJUDA, LUCIANO. Em 23.nov, Huck externou sua frustração no X:

Ao Notícias da TV, o apresentador disse que vai processar o Twitter:

“É inacreditável mas o X, o novo Twitter, perdeu o controle da sua própria plataforma. Há semanas estamos denunciando e pedindo apoio da empresa aos ataques de fake news e clickbaits que estamos sofrendo e nada acontece. Só nos resta a Justiça.”

OPINIÃO. Admiro a fé que Huck demonstra na Justiça, não por demérito da nossa Justiça, mas pelo histórico de Musk de estar pouco se lixando para qualquer coisa.

Perto de Musk, aliás, Huck é quase gente como a gente, um reles mortal tentando combater uma injustiça que lhe é cometida por alguém muito mais rico e poderoso. Bem-vindo ao clube!

Post feito em parceria com o Manual do Usuário

Twitter/XManual do Usuário
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.