Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

Uma associação representando 83 veículos de imprensa espanhóis moveu um processo, na segunda-feira (4.dez.2023), buscando uma indenização de €550 milhões (cerca de R$3 bilhões) da Meta, alegando violação das leis europeias de proteção de dados que ameaçaram indiretamente a sobrevivência da mídia local.

PROTEÇÃO DE DADOS. A Asociación de Medios de Información (AMI), que representa veículos como El País e algumas das principais mídias do país, acusa a Meta de “descumprimento sistemático e em massa” de regulamentos de proteção de dados da União Europeia entre mai.2018, quando entraram em vigor, e jul.2023.

POR QUE JULHO. Foi quando o principal tribunal da União Europeia decidiu que a Meta precisaria de consentimento para certos anúncios personalizados com base na atividade online dos usuários.

A AMI alega que a Meta desconsiderou a exigência de consentimento dos cidadãos para o uso de seus dados na criação de perfis publicitários. Segundo o grupo, o uso não autorizado dos dados pessoais dos usuários, rastreados sem seu consentimento, proporcionou à empresa americana uma “vantagem competitiva ilegítima”, ameaçando indiretamente a subsistência de veículos de imprensa na Espanha.

CONTEXTO. Recentemente, um estudo destacou que o Google e a Meta devem bilhões às publicações jornalísticas nos Estados Unidos, com estimativas baseadas na impressão de conteúdos de veículos em produtos das empresas.

Via AMI e Associated Press (em inglês)

Meta
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.