Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

A partir de agora, todas as conversas um a um no Messenger, da Meta, são criptografadas de ponta a ponta por padrão.

DEJÁ VÙ? O recurso já existia no aplicativo desde 2016, porém era opcional. (Tal qual é no Telegram.)

Agora, a criptografia de ponta a ponta passa a ser padrão. Ao menos em conversas individuais. Em grupos, ela segue sendo opcional.

O QUE MAIS? A Meta garante que todos os recursos do Messenger continuam valendo nas novas conversas mais seguras.

Além disso, a empresa lançou uma série de novidades atreladas à criptografia de ponta a ponta.

A lista parece uma descrição de coisas que o WhatsApp já tem: edição de mensagens, mensagens que desaparecem (no Messenger, depois de 24h), controle dos recibos de leitura, acelerar mensagens de áudio e melhorias em imagens e vídeos.

TÉCNICO. A Meta disponibilizou dois papers (em inglês) que explicam a parte técnica da implementação de criptografia de ponta a ponta.

QUANDO? O recurso está sendo liberado gradualmente aos mais de 1 bilhão de usuários do Messenger.

Segundo a Meta, “levará alguns meses para terminar a liberação”.

Via Meta (em inglês).

Post feito em parceria com o Manual do Usuário

MetamessengerManual do Usuário
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.