Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

A Microsoft liberou o Copilot Pro, versão melhorada (e paga) do seu assistente de inteligência artificial, para indivíduos.

COMO ASSIM? Até então, apenas empresas com +300 funcionários podiam contratar o Copilot Pro.

Agora, qualquer um com uma conta Microsoft e R$ 110/mês é elegível.

DETALHES. O principal recurso da versão Pro é a capacidade de analisar arquivos, textos e e-mails do usuário do Microsoft 365.

Na página do Copilot Pro, a Microsoft destaca as vantagens da assinatura:

  • Obtenha acesso prioritário ao GPT-4 e GPT-4 Turbo, inclusive durante horários de pico, para obter desempenho acelerado e realizar tarefas com mais rapidez;
  • Acesse o Copilot em aplicativos selecionados do Microsoft 365 para redigir documentos, resumir emails, criar apresentações e muito mais;
  • Crie imagens de IA com o DALL-E 3 em formato paisagem ainda mais rápido, com 100 boosts por dia com o Designer (anteriormente Bing Image Creator).

No futuro, a Microsoft promete que assinantes poderão criar seus próprios Copilot GPTs, “um Copilot personalizado, adaptado para um tópico específico”, segundo a empresa. Tipo os GPTs da OpenAI.

O QUE MAIS? Note que para usar o Copilot Pro nos aplicativos do Microsoft 365, é preciso ter uma assinatura à parte desse último. Os valores se somam.

No Brasil, o plano Personal custa R$ 36/mês, ou R$ 359/ano.

No mesmo comunicado, a Microsoft disse que a versão corporativa do Copilot Pro agora pode ser contratada por pequenas empresas. O piso de 300 funcionários/licenças foi removido.

Via Microsoft (em inglês).

Post feito em parceria com o Manual do Usuário

MicrosoftOpenAIInteligência ArtificalChatGPTManual do Usuário
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.