Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

A quarta-feira mal começou e fui impactado por dois belíssimos conteúdos nas redes sociais: o vídeo do jornalista Leão Serva arremessando na pqp o celular do deputado bolsonarista Douglas Garcia e este Stories da cantora Claudia Leitte:

Arminha, bíblia, foto de casamento... Parece uma declaração política, né? Mas ela disse que não tem NADA a ver. Apagou o vídeo original e tentou se justificar depois: o abajur de pistola é só uma peça de arte, tá ok? Vai ver postou pra audiência errada.

Ela ainda postou um textão sobre a réplica de pistola que diz, entre outras coisas, que está escrito “a felicidade é uma arma quente” na base da peça.

Eu fiquei fascinado.

Essas arminhas foram concebidas pelo designer francês Philippe Starck para a empresa italiana FLOS. São 3 os modelos, banhados a ouro 18K: pistola beretta, rifle M16 e o fuzil AK-47.

Custam a partir da bagatela de 2.235 dólares (embora réplicas mais fuleiras possam ser encontradas em sites como AliExpress).

Modelos de abajur no site da FLOS

Aqui mais de perto o que Claudia Leitte mostrou pra gente:

O que achei curioso é no próprio site o designer diz que as arminhas são “condenação da violência e representam uma provocação contra a ganância”.

Phillipe diz ainda que 20% do lucro da venda desses produtos são doados para Frères des Hommes, uma organização não-governamental “que apóia a social-democracia e a agricultura de pequena escala em todo o mundo".

Twitter/XInstagram
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.