Campanha ajuda jornalista Rubens Valente a indenizar Gilmar Mendes

Valor é de R$ 310 mil. Associação de jornalismo investigativo vê precedente perigoso na decisão do STJ e do STF.

Receba de graça a newsletter Garimpo


O jornalista Rubens Valente, especializado na cobertura de direitos humanos em veículos como Folha e UOL, foi condenado a pagar R$ 310 mil a Gilmar Mendes. O ministro do STF alega ter sofrido danos morais pela publicação do livro "Operação Banqueiro" (2014). Na obra, Valente relata as decisões de Mendes que levaram à soltura do banqueiro Daniel Dantas.

Valente alega que não há ofensa ao ministro nem erros de informação no livro.

A condenação vai além da ordem de indenização, como relata Vasconcelo Quadros na Agência Pública:

"Numa punição sem precedentes, os dois tribunais [STJ e STF] ainda impuseram ao jornalista que inclua numa eventual reedição do livro, como direito de resposta, a sentença, acompanhada da transcrição integral e fiel da petição inicial interposta por Gilmar Mendes, algo em torno de 200 páginas que, uma vez enxertadas por força judicial, desfigurariam a obra."

A Abraji (Associação Brasileira de Jornalismo Investigativo) considerou o episódio um "precedente perigoso para o regime legal e constitucional da liberdade de expressão no Brasil" e levou o caso à Corte Interamericana de Direitos Humanos.

Em fevereiro, Valente já teve que pagar R$ 143 mil ao ministro do próprio bolso. Mas Gilmar Mendes pediu que o jornalista se responsabilizasse também pela parte da editora. O juiz do caso acatou o pedido e ainda impôs uma multa.

O jornalista Eduardo Militão, então, iniciou uma campanha de arrecadação em solidariedade a Valente, com meta de R$ 310 mil, o valor total da condenação. A campanha tem a autorização de Rubens.

Até esta terça-feira (9), a iniciativa já havia arrecadado R$ 125 mil.

Se você quiser colaborar com a campanha, pode usar a chave PIX acima ou os seguintes dados bancários:


Faça parte da conversa

Reações de apoiadores
carregando reações...

Apoie o Núcleo para publicar seu comentário, reagir à matéria e participar da conversa. Caso já seja apoiador ou apoiadora, faça login abaixo sem senha, usando apenas seu email.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca