O que aprendemos com a 'thread do Nubank'?

O episódio tem todos os elementos de uma grande história: crime, tensão, reviravolta, humor, final feliz.

Receba de graça a newsletter Garimpo


A esta altura, você já deve estar sabendo da história do agente de talentos Bruno De Paula. Se não, um breve resumo: o celular dele foi furtado desbloqueado, e os ladrões gastaram mais de R$ 143 mil entre empréstimos, transferências e pagamentos de boletos no Nubank e no Banco do Brasil, além de um pedido de garrafas de uísque no iFood.

A thread está aqui embaixo, mas, se você não quiser ler tudo, fique sabendo que o final da história, que ficou conhecida como "thread do Nubank", é feliz: depois de muita tensão e dificuldades de comunicação, todos os valores foram estornados. Acompanhe a história completa em 3 fases: relato e viralização, dicas de segurnça e (claro) piadas:

Fase 1: o relato e a viralização

Fase 2: dicas de segurança

A fase seguinte da história foram as threads com dicas de segurança para evitar que a mesma coisa aconteça com você. Vamos deixar aqui só o início de três delas, pra que você as avalie. Usar o seu celular vai ficar bem mais incômodo, mas as chances de que você sofra um golpe parecido diminuem.

Fase 3: piadas

Mas, claro, o que bombou mais foram as piadas sobre a situação.

A "thread do Nubank" tem todos os elementos de uma grande história: crime, tensão, reviravolta, humor, final feliz.

Aprendemos com ela algumas lições de segurança digital. Talvez os bancos aprimorem seus sistemas antigolpe. Mas enquanto a nossa sociedade continuar tão desgraçada como ela é, soluções como essas vão continuar sendo o que são: paliativos.

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca