Eleição reacende nas redes debate sobre diálogo da esquerda com evangélicos

Parte dos eleitores de Lula aponta as igrejas evangélicas como responsáveis pela votação expressiva de Bolsonaro e pela vitória de muitos dos seus aliados #NúcleoNasEleições

Receba de graça a newsletter Garimpo


Enquanto alguns apoiadores de Bolsonaro, decepcionados com o segundo lugar no primeiro turno, culpam os nordestinos, parte dos eleitores de Lula aponta as igrejas evangélicas como responsáveis pela votação expressiva do atual presidente e pela eleição de muitos dos seus aliados no Congresso e nos estados.

Já antiga, a discussão sobre a dificuldade da esquerda de dialogar com os evangélicos voltou com força nestas eleições.

Se você tem interesse no assunto, pode começar com estes fios de especialistas em teologia e influenciadores evangélicos, clicando em "Leia a conversa completa no Twitter".

"A questão é sobre a consolidação do Nacionalismo Cristão."

"Somos a religião que se deixa representar por Malafaia?"

"Vocês vão chamar nós, os líderes evangélicos, para conversar de verdade?"

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca