Leia sobre a treta DiCaprio/Anitta/Bolsonaro e depois vá tirar seu título

Hoje é o último dia.

Receba de graça a newsletter Garimpo


É 1997. As paredes dos quartos de adolescentes do mundo inteiro estão lotadas de pôsteres do Leonardo DiCaprio. A Larissa de Macedo Machado é uma criança de quatro anos de Honório Gurgel. E o Jair Bolsonaro não é ainda nem estrela do SuperPop, que só foi estrear dois anos depois.

Corta pra 2022. O DiCaprio tem um Oscar; a Larissa, hoje conhecida como Anitta, emplacou uma música no top 1 mundial; e o Bolsonaro é presidente da República. Os três estão discutindo sobre o título de eleitor dos jovens brasileiros.

Assim como outros atores de Hollywood, o DiCaprio twittou em português:

A Anitta revelou que foi ela que o convenceu a twittar sobre o assunto.

E o Bolsonaro apareceu na conversa, pra esculhambar os dois artistas e associar jovens ao crime.

Percebeu a referência pop ("grandes poderes, grandes responsabilidades")? É a nova linguagem descolada das redes sociais do Bolsonaro, como a própria Anitta já nos havia alertado. Se bobear, o slogan da campanha de reeleição dele vai ser "VOTE BOLSONARO PRA TANKAR O CUZIL".

Mas o mais importante disso tudo é: se você ainda não tirou ou regularizou seu título, entra lá no site do TSE, vai. Hoje é o último dia.


Faça parte da conversa

Reações de apoiadores
carregando reações...

Apoie o Núcleo para publicar seu comentário, reagir à matéria e participar da conversa. Caso já seja apoiador ou apoiadora, faça login abaixo sem senha, usando apenas seu email.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca