Redes se dividem sobre empatia a Neymar

O jogador, que nunca foi unanimidade, ficou ainda mais controverso depois de declarar apoio a Bolsonaro. Enquanto a direita o defende, parte da esquerda aprova piadas sobre lesão #NúcleoNaCopa

Receba de graça a newsletter Garimpo


Quando o Neymar se machucou na estreia do Brasil na Copa do Mundo de 2022, muita gente fez piada e até comemorou.

Desde o início da carreira, o jogador nunca foi uma unanimidade. O fio abaixo, por exemplo, lista vários episódios controversos da sua trajetória (para ver, clique em "Leia a conversa completa no Twitter".

Mas a controvérsia só aumentou depois de ele ter declarado apoio ao Bolsonaro.

Nos últimos meses, o Neymar participou de uma live com o atual presidente, prometeu dedicar a ele seu primeiro gol na Copa e curtiu um tweet que zombava da dependência química do Casagrande, que o havia criticado em uma live.

Por isso, diante da lesão do jogador, muitas pessoas acham que a resposta à pergunta "sou obrigado a ter empatia?" é "não".

Figuras da direita têm celebrado e defendido o jogador.

(Alguns torcedores argentinos também.)

Mas muitas pessoas ligadas à esquerda, como o Marcelo D2, não estão gostando das piadas.

O Gil do Vigor escreveu no Instagram que o Neymar o apoiou quando ele sofreu um ataque homofóbico.

E o Ronaldo publicou uma carta aberta ao jogador.

(Que  também não foi unanimidade.)

Pois é. Achou que a Copa do Mundo ia reunificar o país? Achou errado!

Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca