Estão obcecados com a história da Fernanda da PUC

Um romance proibido com um entregador de botijão de gás. Uma mãe preconceituosa e boca-suja.

Receba de graça a newsletter Garimpo


O Fabrizio sintetizou tudo muito bem: num momento cheio de acontecimentos históricos, no Twitter brasileiro só se fala na história da Fernanda da PUC.

Resumindo: a Fernanda, que é "de um poder aquisitivo muito alto", estudava psicologia e começou a se envolver com um estudante de veterinária, que trabalha como entregador de botijão de gás e a teria introduzido à maconha.

A mãe soube do relacionamento ao ver mensagens da filha e enviou áudios cheios de ofensas preconceituosas, que foram parar no grupo do curso da Fernanda. E ainda a fez trocar de faculdade: para comunicação. Porque... no curso de comunicação... as pessoas... não fumam... maconha?

Os áudios estão aqui:

Corta pro Freud com laser nos olhos.

Reprodução

As inúmeras ofensas e a voz que a mãe da Fernanda faz quando imita pessoas de que não gosta viralizaram e já viraram remix funk.

E as pessoas ficaram imaginando como teria sido o romance.

O caso não chegou a passar no "Fantástico", mas quem sabe no próximo domingo.


Faça parte da conversa

Apoie o Núcleo para publicar seu comentário, reagir à matéria e participar da conversa. Caso já seja apoiador ou apoiadora, faça login abaixo sem senha, usando apenas seu email.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca