Cadastre-se gratuitamente nas nossas newsletters

Os governadores Romeu Zema (MG) e Jorginho Mello (SC) publicaram vídeos em suas redes anunciando que crianças desses estados não precisarão ser vacinadas para se matricular em escolas públicas — tudo em nome da "liberdade", claro.

A linguagem de ambos é ambígua: eles não falam se a medida vale só para o imunizante contra a covid-19 ou para outras vacinas.

Na página de Jorginho Mello no Instagram, os comentários mais populares do post são de apoio à medida (principalmente de parlamentares e influenciadores de direita).

No post de Romeu Zema, porém, predominaram as críticas à medida:

Reprodução / Instagram

Nas redes, muitas pessoas lamentaram o retrocesso.

E cobraram ação.

Em Minas, Pedro Rousseff, conselheiro municipal de juventude de BH, disse ter protocolado uma denúncia no Ministério Público contra a medida de Zema.

Twitter/XInstagram
Venha para o NúcleoHub, nossa comunidade no Discord.