Lula no Jornal Nacional: 'bobo da corte', 'ô, Bonner' e Paulo Freire

Bolsonaristas acharam que Bonner foi 'tchutchuca' com o ex-presidente. Jornalistas que já foram críticos ao PT elogiaram a performance.

Receba de graça a newsletter Garimpo


Antes de a entrevista do Lula no Jornal Nacional começar, soubemos que ela teria pelo menos um telespectador garantido: o Bolsonaro, que ao fim da sua live semanal, sem saber que ainda estava no ar, pediu para assessores botarem "naquele canal".

Bolsonaristas passaram a sabatina toda acusando o William Bonner de pegar leve com o ex-presidente.

E conseguiram um bom corte pra espalhar no zap, em que o Lula diz que o "agronegócio sabe que é fascista e direitista".

A tal da polarização se estendeu ao skin care.

Em sua checagem, a agência Aos Fatos apontou que Lula inflou alguns números e atribuiu para si iniciativas do governo FHC.

A citação ao Paulo Freire foi um dos momentos mais celebrados da entrevista.

E jornalistas que já foram muito críticos ao Lula e ao PT, como a Míriam Leitão e o Reinaldo Azevedo, elogiaram a performance.

A voz do petista chamou atenção dos fãs e dos haters.

E foi comparada à da Regina Rouca. Se liga, hein?

Esta compilação do Lula se dirigindo ao Bonner e à Renata de um jeito bem informal bombou muito.

Assim como o momento em que o ex-presidente chamou o Bolsonaro de "bobo da corte".


Faça parte da conversa

Apoie o Núcleo para publicar seu comentário, reagir à matéria e participar da conversa. Caso já seja apoiador ou apoiadora, faça login abaixo sem senha, usando apenas seu email.


Veja nossas publicações abertas

Você se inscreveu no Núcleo Jornalismo
Legal ter você de volta! Seu login está feito.
Ótimo! Você se inscreveu com sucesso.
Seu link expirou
Sucesso! Veja seu email para o link mágico de login. Não é preciso senha.
Por favor digite ao menos 3 caracteres 0 Resultados da busca